terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A menina que calou o mundo por 8 minutos!


 


Vocês devem lembrar deste vídeo que circulou na net, há algum tempo, falando sobre uma menina que tinha 12 anos e apresentou em um Fórum de Ecologia e Desenvolvimento no Rio de Janeiro no ano de 1992 um discurso caloroso, incisivo e conciso que deixou perplexa a platéia composta por representantes mundiais da época.

  
Faz 18 anos que o discurso foi feito, porém o conteúdo continua atualíssimo, pois pouco mudou em nossas atitudes ou se quer pensamos no futuro que deixaremos para nossos filhos e  as gerações futuras.

A discussão nunca este tão em voga, está nas propagandas, nas estratégias das empresas em agradar o consumidor com uma campanha ou promoção. Mas, será que de fato a sociedade está comprometida com a diminuição do lixo produzido, substituir o uso de sacolas plásticas por sacolas reutilizáveis, evitar jogar óleo na pia da cozinha ou diminuir o tempo do seu banho?

Não sou especialista e longe disso querer ser, lendo alguns blogs e matérias para este post o que realmente chamou a minha atenção para atitudes que consideramos rotineiras tem conseqüência direta no ambiente e ao somar a proporção dos habitantes de nossa cidade, estado, país, continente... Torna-se realmente preocupante!

Geralmente falamos... Está calor preciso de um ar-condicionado, está frio um aquecedor, se chove demais um carro maior e assim por diante, procuramos medidas paliativas e jogamos para escanteio a causa real destes problemas.

Achei alguns gráficos sobre a poluição ambiental, gostaria de partilhar com vocês:


Poluição ambiental (decomposição)




Água potável no mundo




Nos últimos 20 anos o consumo per capita de água dobrou, o total de água no mundo, 97,6% é salgada e apenas 2,4% é doce; 0,8% é considerada potável;

CONSUMO DE ÁGUA PER CAPITA POR PAÍS
Escócia  410 litros/pessoa/dia
Estados Unidos/Canadá  300 litros/pessoa/dia
Austrália  270 litros/pessoa/dia
Brasil 225 litros/pessoa/dia



Além da escassez da água em nosso problema, temos outro problema que agrava a situação é a poluição dos rios e mares por esgotos doméstico, empresas, desastres ambientais e a poluição. Para se ter uma ideia, fiz um gráfico para ilustrar... 

Fonte: ONG TREVO


Fonte: IBGE - Estimativa de famílias que vivem no Brasil
Vamos jogar o óleo no lugar certo, imaginem se todos resolvessem jogar óleo na pia?

Hoje cerca de 1,7 milhão de pessoas sofrem com a escassez de água, a estimativa é que em 2050, 4,2 bilhões de pessoas (mais de 45% do total mundial) estarão vivendo com menos de 50 litros de água por dia para suas necessidades básicas;

Comparado a média que utilizamos é extremamente pouco! Daqui a 40 anos provavelmente estaremos vivos e teremos que viver com cerca de 80% a menos do que consumimos de água? Inclua banhos, lavar louça, beber água, lavar o chão, lavar o cachorro!  É bom começar economizar desde já,neh!

No site da SABESP existe um simulador de consumo em sua casa neste link da SABESP http://www.sabesp.com.br/CalandraWeb/animacoes/index.html


Voltando o assunto central, Severn Suzuki, esta canadense filha de uma escritora Tara Elizabeth Cullis  e um geneticista e ambientalista David Suzuki, que sempre foi incentivada pela família a seguir seu dom natural pelo meio ambiente.



Após o discurso que tomou proporção mundial, a então adolescente trabalhar em prol a justiça ambiental e em 1993 ganhou um prêmio “Global 500em 1993 da ONU pelo seu projeto ambiental.

Escreveu um livro sem tradução para o português chamado “Tell the World” - Diga ao mundo Severn continuou com sua ONG (ECO – Environmental Children’s Organization - Organização Crianças Ambientais) com as 32 páginas falando sobre medidas ambientais para as famílias.

Diga ao Mundo - Livro de Severn Suzuki

  
Aos 23 anos formou-se em “Ecologia e Biologia Evolucionária” na Universidade de Yale.          E participou de inúmeros programas de televisão e escreveu artigos sobre questões ambientais, participando de conferências e reuniões internacionais e em 2002 participou do programa de TV pela Discovery Chanel “Suzuki’s Nature Quest" levando suas virtudes para o mundo.



Como um membro do especial de Kofi Annan Advisory Panel, ela e os membros da "Skyfish" (http://www.skyfishproject.org/ ) trouxe seu primeiro projeto chamado "Reconhecimento de Responsabilidade", no Forúm Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável realizada em Joanesburgo em agosto de 2002.




Recentemente foi lançando um viral na internet com o nome 2012 – Não é o fim do mundo feito por um DJ francês Laurent Wolf


Hoje com 31 anos voltou para os estudos e cursa pós-graduação na área de Etnobotânica.
Parabéns Severn! E de pessoas assim que o mundo precisa para fazer um mundo melhor!




Fonte:

12 comentários:

  1. tendiiie nadss thaináa

    ResponderExcluir
  2. É pena todo o mundo ouvir mas muito pouco ou nada é feito.

    http://noitesdownloads.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. deveria existir mais pessoas assim ...
    OTIMO POST

    ResponderExcluir
  4. PARABÉNS pelo post, serio. Realmente precisamos de pessoas assim para mudar este mundo.

    ResponderExcluir
  5. Terrorismo Ambiental! Babaquice das grandes!

    ResponderExcluir
  6. Que bom se fosse babaquice!

    ResponderExcluir
  7. Não sei se é só no Brasil, mas eu também gostaria de destacare que, no Brasil, acho que 70% ou 80% da água potável gasta, é gasta com a produção de alimentos, o consumo caseiro, talvez não só no Brasil, é onde menos água potável pé gasta.

    ResponderExcluir
  8. Galera, alguém sabe o nome da música do fim do vídeo? ._.

    ResponderExcluir
  9. Pô. Ela é cara da Luana Piovanni...

    ResponderExcluir
  10. Valeu pelo post e os comentários! São sempre muito bem vindos! =]
    Vou tentar semanalmente achar mulheres e grandes feitos e tonar uma coluna fixa aqui no blog! Como falamos da Severn que tem um trabalho excepcional.
    Com relação aos dados, sobre poluição da água e meio ambiente, foram pesquisados nos sites indicados em FONTE e todos têm embasamento científico... Infelizmente as informações que coloquei são uma realidade!
    Consultei um amigo que também é blogueiro, com formação na área e ativista na causa do meio ambiente, quem curte o assunto vale à pena conferir - http://verdefilosofia.blogspot.com.
    Ele explicou que a forma da decomposição pode variar segundo como o objeto poluente se encontra... Exemplo: Um papel guardado em casa em uma pasta pode durar muito mais de 6 anos, mas se estiver enterrado ou abandonado (exposto ao sol, chuva e etc.) dura menos... Os gráficos mostram uma média.
    Quanto à provisão do gráfico foi feita com embasamento de dados SABESP/IBGE e feito um cálculo para se ter a noção como atitudes rotineiras podem afetar nosso meio ambiente, é claro que não são todas as famílias que jogam óleo na pia, enfim nem temos um estudo neste sentido!
    Como disse no texto e repito, não sou especialista e o foco era falar do trabalho da Severn! Achei pertinente fazer este adendo, falando da poluição e os dos recursos que nos são vitais para conhecimento dos leitores de que estamos mostrando uma causa que não é vã, pelo contrário alarmante, e isto não uma opinião contextualizada pelo blog e sim uma preocupação global.
    Valeu pelos adendos como o do Reinaldo que reforçam e acrescentam as informações do nosso post.
    Ah! Para quem perguntou sobre o nome da música ao final do discurso da Severn é do Sebastian Sturm – Tell them the truth vou deixar o my space do cara!
    http://www.myspace.com/sebastiansturm

    Valeu galera! XD

    ResponderExcluir
  11. olha oq esse kra disse:Terrorismo Ambiental! Babaquice das grandes!...naum,eh impresionante como até um post ótimo como esse vem uns trol sem noçao criticar...Que bom se fosse babaquice!+1

    ResponderExcluir

Identifique-se!O Mais um blog qualquer, adora passar o tempo a responder os comentários.